quinta-feira, 14 de maio de 2015

MORTOS PARA O PECADO

Leitura: Romanos 12: 1-3 PENSAMENTO! A Igreja deve sempre zelar pelos princípios, e produzir pessoas sinceras a Deus e à Sua Palavra, e que busquem em primeiro lugar o Reino de Deus. Objetivo do Estudo Conscientizar a todos de que não estamos salvos simplesmente por estarmos na Igreja, devemos buscar entendimento nas escrituras para que cheguemos cada vez mais à tão almejada perfeição. Para isso temos que abandonar alguns costumes e não olharmos mais com os olhos carnais. Introdução É impossível que alguém possa estar praticando obras da carne e ao mesmo tempo, vivendo em espírito. Ninguém deve se enganar! Só os verdadeiros e autênticos servos de Deus e que realmente passarem pela verdadeira conversão, é que estarão entre os salvos. Vamos nesse estudo analisar alguns detalhes que devemos observar para fazermos a perfeita vontade de Deus. Questionário 1 – Se somos agora Salvos, membros do Corpo de Cristo que é a Igreja, Como devemos agir agora em relação aos costumes do passado? Estamos mortos para o pecado; somos novas criaturas, ressuscitados no batismo. A velha natureza já e coisa do passado. “Porque também nós éramos noutro tempo insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros.” (Tito 3:3) Devemos sempre agradecer a Deus pela Sua infinita misericórdia. Buscar a Ele em todos os momentos de nossas vidas. “Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou...” (Efésios 2: 2-4). 2 – Devemos nos encurvar ante aos ditames do mundo gentio? Nós somos a Igreja de Deus. Não somos mais gentios e temos normas e costumes próprios do povo de Deus. Não temos que dar satisfações a quem quer somente entrar em debates e zoações, devemos sim mostrar a verdade a quem realmente busca pela verdade. “Porque é bastante que no tempo passado da vida fizéssemos a vontade dos gentios, andando em dissoluções, concupiscências, borrachices, glutonarias, bebedices e abomináveis idolatrias; E acham estranho não correrdes com eles no mesmo desenfreamento de dissolução, blasfemando de vós. Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos.” (I Pedro 4; 3,4). 3- Que cuidados deve ter o salvo para não ser instrumento do maligno? O Homem descobriu o caminho da malícia ao comer o fruto da árvore proibida. O pecado cometido pela desobediência a Deus alterou o rumo das coisas. Deus os vestiu porque não viu mais condições de viverem nus. “E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me. ¹¹ E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses? ²¹ E Fez o Senhor Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu.” (Gênesis 3:10,11,21) A necessidade de se cobrir ou vestir provém de Deus, portanto o uso de trajes que despertam a sensualidade é pecado. A Igreja de Deus sempre visou esse lado e sempre aconselhou os seus membros a se preocuparem com o porte cristão, tanto é que está incluso em nossos pontos fundamentais de fé, ademais o nosso corpo é o templo do Espírito Santo. “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; porque o santuário de Deus, que sois vós, é sagrado.” (I Coríntios 3: 16,17). 4 – Como podemos andar corretamente diante de Deus com um coração puro? “E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou;” (Colossenses 3: 10). A renovação de nossa mente e a busca de crescimento espiritual irá contribuir para vivermos em espírito e nos afastarmos do pecado. Devemos sempre estar em busca de conhecimento ou nos aprimorando cada vez mais naquilo que já conhecemos, sempre existe algo de novo para aprendermos. Procuremos, portanto, ajustar nossos pensamentos à Palavra de Deus! 5 – Que conselho dá a Palavra aos que se consideram servos de Deus? a) Buscar a Santificação: “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor.” (Hebreus 12: 14) b) Buscar coisas de cima: “Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima.” (Colossenses 3: 1) c) Apartar-se da iniquidade: “Todavia o fundamento de Deus fica firme, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e qualquer que profere o nome de Cristo aparte-se da iniquidade.” (II Timóteo 2: 19). 6 – O que a Bíblia diz em relação ao Jovem que serve a Deus? “Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno. Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.” (1 João 2:14-17) (Ver também I Timóteo 4:12) Dizer que os jovens são mais fracos, e que a Igreja deve tolerar é pensamento do maligno, a palavra de Deus coloca tanto os pais quanto os jovens na mesma posição perante as responsabilidades. Fazer a vontade de Deus é dever de todos sem distinção de sexo, raça, cor ou idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ.

"Toda palavra de Deus é pura; ele é escudo para os que nele confiam." (Provérbios 30:5)